‘Anjo Negro – 2º Ato’: espetáculo híbrido com texto de Nelson Rodrigues fica em cartaz só mais dois fins de semana na Internet

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O espetáculo fica em cartaz somente até o próximo dia 27 Foto: Flavio Colker/Divulgação

Depois do primeiro ato, está na Internet a continuação de “Anjo Negro”, espetáculo híbrido com texto de Nelson Rodrigues (1912-1980) escrito no fim dos anos 1940 com foco no racismo estrutural. Intitulada “A Vingança”, a continuação – que fica em cartaz apenas mais dois fins de semana na plataforma Zoom (veja o serviço no fim da página) – começa quando Virgínia recebe em sua casa uma tia, que a considera a responsável pela morte de sua filha – tragédia que fez a mulher entregar a própria sobrinha de então 15 anos a Ismael, que a estuprou.

A partir daí, o que se sucedem são conflitos que envolvem infidelidade, sexo, violência e preconceito. Ou seja, temas recorrentes em textos rodriguianos, mas que, neste, especificamente, ganham contornos de tragédia, já que “Anjo Negro” é uma versão brasileira do mito grego de Medeia e considerada uma peça mítica na dramaturgia do autor – veja um compilado de imagens da peça mais abaixo.

O espetáculo é chamado de híbrido ou peça-serie-metragem pela Cia. Insconsciente em Cena – que assina a produção – porque une cenas ao vivo e outras filmadas anteriormente, com inserções e edições em tempo real. Buscando o ineditismo e o teatro experimental, o trabalho é dividido em três atos – o terceiro ainda não tem data de estreia.

Idealizado e dirigido pelo psicanalista, doutor em filosofia e professor universitário Antônio Quinet – que pela primeira vez monta um texto que não é seu – “Anjo Negro”, que estreou nos palcos pela primeira vez em 1952 depois de ser barrado pela censura, tem o intuito de “dissilenciar” o racismo.

SERVIÇO

Onde assistir: Plataforma Zoom (link será enviado após compra do ingresso)
Sessões: Sábados e domingos às 20h
Período: 2º ato – Até 27/12
Elenco: Deo Garcez, Joana Lima Silva, Lucas Gouvêa, Lucélia Pontes, Anna Paula Black, Damiana Inês, Francisco Salgado, Val Perré, Cíntia Moreira, Jessica Moreira, Kátia Apostólico, Rebecca Loise e Sura Berditchevsky (participação especial)
Direção: Antônio Quinet
Texto: Nelson Rodrigues
Classificação: 12 anos
Entrada: R$ 40 (inteira); R$ 20 (meia); R$ 15 (classe artística)
Bilheteria: Sympla
Gênero: Tragédia
Duração: 60 minutos

 

 

 

 

PUBLICIDADE
Scroll Up