Busca
Menu
Busca
PUBLICIDADE

Governo do estado lança pacote de cinco editais para destinar R$ 75 milhões de fomento à cultura até o fim de 2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Tempo estimado de leitura: 2 minutos
O governador Cláudio Castro discursou durante a cerimônia realizada no Teatro João Caetano, no Centro Fotos: Leonardo Ferraz/SECECRJ

RIO – O Governo Estadual lançou nesta sexta-feira (27) o Pacto Cultural RJ, um pacote formado por cinco editais para destinar um total de R$ 75 milhões de fomento à cultura, um dos setores mais prejudicados pela pandemia. Em cerimônia realizada no Teatro João Caetano – e que contou com a presença de artistas, como os atores Marcos Frota e Pedro Baião e do cantor Toni Garrido – a Secec (Secretaria de Cultura e Economia Criativa) anunciou o repasse dos recursos até o fim deste ano a fim de estimular a cadeia produtiva e incentivar a retomada das atividades no setor, além de gerar empregos.

— Eu sou fruto da cultura. Como muitos sabem, antes mesmo de uma carreira política, eu já era músico. Apoiar a cultura é algo que sempre busquei. Agora, como governador, tenho me comprometido a fomentar o setor e valorizar os fazedores de cultura, sobretudo nesse momento sensível por conta da pandemia. O Pacto Cultural é vacina necessária para o setor. Tenho certeza que esse valor vai colaborar para os artistas e produtores culturais — destacou o governador Cláudio Castro em seu discurso na cerimônia.

O primeiro edital a ser lançado é o Cultura Presente nas Redes 2 – continuação do primeiro, lançado em 2021, quando todo o setor estava parado por conta da Covid-19 – que vai destinar R$ 7,5 milhões a 3 mil fazedores de cultura. Para concorrer, basta comprovar o seguinte: ser residente do estado, ser maior de 18 anos e ter atuação na cultura há pelo menos um ano. Interessados terão entre as 18h de 31 de agosto até as 18h de 29 de setembro para se inscreverem – clique aqui para acessar o cadastro.

Já os outros quatro editais são: o Retomada Cultural RJ 2, responsável pelo maior aporte, destinando R$ 40 milhões para pessoas jurídicas de todos os segmentos culturais; o Arte Urbana, com repasse de R$ 6 milhões; e mais dois (estes, inéditos), sendo um com R$ 5 milhões para investimento na cultura dos Povos Tradicionais e outro, com R$ 1,5 milhão para premiar artistas com algum tipo de deficiência.

O cantor Toni Garrido (centro) e o ator Pedro Baião (de preto) estiveram no evento ao lado do deputado Aureo Ribeiro (esq.), do governador Cláudio Castro e da secretária Danielle Barros

Para a secretária Danielle Barros, o pacote Pacto Cultural RJ gera diversos benefícios para o setor no estado.

— O Pacto é o fortalecimento da cultura do território. É a retomada da arte. É a democratização do acesso à cultura. É a construção de uma cultura acessível, inclusiva e para todos. É a cultura presente no estado do Rio — afirmou.

Parceria com Governo Federal

No evento, a secretária ainda destacou a reativação do convênio com o Governo Federal, que estava paralisada desde 2015. Isto porque, do total de R$ 75 milhões, R$ 40 milhões são oriundos do FEC, R$ 20 milhões do Governo do Estado e R$ 15 milhões do Governo Federal.

PUBLICIDADE

Leia Também

PUBLICIDADE
Assine nossa newsletter e receba todo o nosso conteúdo em seu e-mail.