‘Luiz Gama – Uma Voz pela Liberdade’ faz última apresentação presencial no Teatro Petra Gold

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Déo Garcez em cena como Luiz Gama Foto: Divulgação

O espetáculo “Luiz Gama – Uma Voz pela Liberdade”, que narra parte da trajetória do líder abolicionista do século XIX, faz sua última apresentação presencial no Teatro Petra Gold (antigo Leblon) nessa sexta-feira (18). Última sessão pelo menos neste ano, já que a peça encenada por Déo Garcez e Soraia Arnoni tem sido uma das poucas a serem levadas ao palco em meio á pandemia. A sessão acontece às 20h, com transmissão simultânea pela Internet – os ingressos podem ser adquiridos na plataforma Sympla.

Com direção de Ricardo Torres e texto do próprio Déo, o espetáculo, uma biografia dramatizada, traz à tona a história de um personagem importante na história do país, mas que tem seu nome pouquíssimo lembrado nos livros didáticos. O baiano Luiz Gama (1830-1882), um ex-escravo oferecido a escravagistas pelo próprio pai (que era branco), foi jornalista, poeta e advogado autodidata.

Responsável diretamente pela libertação de mais de 500 pessoas escravizadas e mantidas em cativeiro ilegal, ele é considerado o maior abolicionista do Brasil. Além disto, segundo, Luiz Gama, que permaneceu analfabeto até os 17 anos, é considerado a primeira voz negra da literatura brasileira.

PUBLICIDADE
Scroll Up