‘Meu Seridó’ une comédia e poesia para falar sobre região do sertão do Rio Grande do Norte

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

A peça lança um olhar leve e poético sobre a origem e os costumes da região do Seridó Foto: Brunno Martins/Divulgação

Nem só das belas praias de Natal, Pipa e Maracajaú vive o turismo do Rio Grande do Norte. Bem menos alardeada pelo país, o Seridó também tem seus encantos, como cânions, áreas para prática de esportes radicais, sítios arqueológicos e um centro histórico. E quem estiver pensando em incluir o local na rota das próximas férias uma boa dica é assistir ao espetáculo “Meu Seridó”, que estreia nessa quinta-feira (12), às 19h, na Caixa Cultural, no Centro, falando sobre a origem e os costumes da região.

Idealizado pela atriz Titina Medeiros, o espetáculo une comédia e poesia para retratar situações ligadas ao Seridó, que se encontra no sertão potiguar. Com direção de Filipe Miguez e texto de César Ferrario, o elenco – que conta ainda com Nara Kelly, Caio Padilha, Manu Azevero, Marcílio Amorim e Igor Fortunato – aborda questões como a condição da mulher no sertão, a extinção do indígena em detrimento do boi e a desertificação.

— O espetáculo conduz o público em um passeio imaginário e delirante por um lugar arcaico e mítico no sertão potiguar, com um tom nostálgico de arengas e amores — explica Titina, completando: — Em uma hora, dez mil anos de uma rica história passam diante dos olhos da plateia nesse conto que aborda a relação do homem com a terra, que neste momento atravessa um grave impasse.

Outras atividades

Enquanto o espetáculo estiver em cartaz na Caixa Cultural, atividades paralelas serão realizadas. Nos dias 12 e 19 (quintas-feiras), os espectadores poderão conversar com elenco, direção e produção sobre o processo de criação. Já no dia 13, haverá um encontro com o autor Filipe Miguez e a pesquisadora Leusa Araújo. A dupla vai tratar da pesquisa e do processo de criação da dramaturgia

PUBLICIDADE
Scroll Up