Morre atriz e diretora Erika Ferreira, aos 39 anos; suspeita é de novo coronavírus

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

A atriz, diretora e professora Erika Ferreira em cena Foto: Reprodução/Facebook

Morreu neste domingo (29) a atriz, diretora e professora Erika Ferreira, aos 39 anos. Ainda não há confirmação, mas a suspeita é de que a causa tenha sido a Covid-19. Na quinta (26), a Escola Fábrica Oficina Social de Teatro, onde ela trabalhou, publicou em sua página no Facebook que a artista havia sido internada num hospital em Niterói na terça (24) “apresentando um quadro de gripe muito forte e falta de ar”.

De acordo com o site Diário do Rio, Erika seria diabética, fazendo parte, então, do grupo de risco do novo coronavírus, que até este sábado (28) registrava 558 casos confirmados no estado do Rio de Janeiro – sendo 37 em Niterói, onde a atriz foi internada – e 13 óbitos, conforme levantamento da Secretaria Estadual de Saúde.

Ainda segundo a página Diário do Rio, a cremação foi marcada para as 14h deste domingo, numa cerimônia fechada.

Natural de São Gonçalo, Erika era multifacetada. Além da Oficina Social de Teatro, onde foi uma das precursoras do projeto, passou também por diversas oficinas e pela Escola Técnica Estadual de Teatro Martins Penna como diretora de produção. Foi lá, inclusive, que ela se formou. Já como atriz e diretora, trabalhou em espetáculos de grupos como Companhia Amok, Agromelados Cia de Teatro e Companhia Ávida.

Em quase 30 anos de teatro, acumulou também indicações e prêmios. Em 2020 mesmo ganhou o prêmio do Festim Festival na categoria melhor direção pela esquete “O poço do fim do mundo”. Em sua página no Instagram, o Festim lamentou o falecimento de Erika:

— Nosso profundo sentimento e pêsames a todos do grupo teatral.
Gratidão a ela por nos presentear com sua arte e talento — dizia a postagem.

Acaba de adentrar ao céu uma estrela, uma diva, uma mestre, uma parceira, escritora, diretora, atriz, cantora, produtora, professora, amiga, empresária e, acima de tudo, irmã de todos nós!

— Pedimos preces e intercessões. Que Deus possa confortar a sua família. Te amamos! Obrigado por tudo! Vá com Deus, nossa diva! — postou a Oficina Social de Teatro no Facebook.

Além da carreira nas artes cênicas, Erika Ferreira era conhecia também por sua constante presença em trabalhos sociais.

PUBLICIDADE
Scroll Up