Novo reitor da Uerj revela ao jornal O Dia desejo de abrir teatros da universidade aos fins de semana

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O Teatro Odylo Costa Filho possui capacidade para 1.100 espectadores Foto: Reprodução/Facebook

Eleito para o quadriênio 2020-2023, Ricardo Lodi Ribeiro, novo reitor da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), assumiu há menos de uma quinzena e já está traçando algumas mudanças importantes para o complexo universitário. E uma delas diz respeito aos dois teatros situados no campus do Maracanã, que deixariam de ter programação apenas de segunda a sexta, como acontece hoje em dia, para passar a receber público também aos fins de semana.

Em entrevista recente ao jornal O Dia, Ricardo Lodi revelou o desejo de fazer o Odylo Costa Filho e o Noel Rosa, que têm capacidade para 1.106 e 255 pessoas, respectivamente, funcionarem sábados e domingos, e com ingressos a preços populares.

— O Teatro Odylo Costa Filho é o segundo maior da cidade, fica dentro da Uerj e não abre aos sábados e domingos, dias nobres das atividades culturais — ressaltou o reitor, que é advogado e professor de Direito Financeiro, à publicação.

Ainda de acordo com Lodi, a extensão da programação dos teatros é viável financeiramente para a universidade. Depois de uma crise devido à falta de repasses do governo estadual, o orçamento para 2020, segundo O Dia, deverá chegar a R$ 1,3 bilhão, quase R$ 100 milhões a mais em relação a 2019.

–No passado, a gente não podia dar esse salto cultural, porque estávamos lutando para sobreviver — acrescenta o reitor.

Além das salas de teatro, o parque cultural da Uerj conta ainda com a Concha Acústica Marielle Franco, o Auditório Cartola e três galerias de arte, que também tem funcionado só de segunda a sexta.

PUBLICIDADE
Scroll Up