‘O Som e a Fúria – Um Estudo Sobre o Trágico’ OU um estudo sobre o violento e injusto social

Por:

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Depois de sua última temporada do espetáculo ‘A Hora da Estrela’, a TEM DENDÊ Produções e Definitiva Cia. de Teatro estreiam uma nova peça. Seguindo sua conhecida pesquisa de grupo dedicada ao estudo relacionando a música com a cena, o grupo, agora, foca na tragédia.

“O Som e a Fúria – Um Estudo Sobre o Trágico” está em cartaz no Oi Futuro, até dia 15 de março, de quinta a domingo, sempre às 20h. Na peça, podemos ver um trabalho maduro de um grupo que está junto há dez anos. Nessa montagem, o texto de Rosyane Trotta, jorra poeticamente da boca dos atores em cena.

Logo no começo do espetáculo, levamos um tapa com um monólogo muito bem interpretado por Tamires Nascimento. Uma mãe quer encontrar o corpo do filho morto e desaparecido. Ela aceita que ele está morto. Ela quer enterrar o filho. Mães querem enterrar os seus filhos. Filhos, estes, que não têm mais corpos.

Foto: Divulgação

Ao longo da dramaturgia criada por Rosyane Trotta (um nome a se lembrar), vemos fragmentos de tantos outros casos trágicos, violentos e injustos no cotidiano de tantos brasileiros. Um Brasil triturado por casos que não foram impedidos. Em um momento pontual do espetáculo, Marcelo de Paula se destaca dançando enquanto espanca violentamente alguém. Uma linda cena, com traços de ‘Laranja Mecânica’ de Stanley Kubrick [1971], de violência extrema e poesia com uma linda musica do Caetano Veloso ao fundo.  Ainda no elenco, temos Betho Guedes, João Victor Novaes, Livs Ataíde e Paula Sholl.

Um cenário funcional da Taísa Magalhães, os figurinos soturnos de Arlete Rua e Thaís Boulanger, a iluminação entrecortada de Luís Paulo Barreto, tudo soma da estética trágica na peça. Jefferson Almeida dirige a peça criando situações para nos deixar desconfortáveis em nossos assentos. “O Som e a Fúria – Um Estudo Sobre o Trágico”, não é um espetáculo fofo, não é para ser. É uma tragédia.

Abraços efusivos e até a próxima semana!
Dúvidas, críticas ou sugestões, envie para luciana.kezen@rioencena.com.

PUBLICIDADE
Scroll Up