Busca
Menu
Busca
PUBLICIDADE

‘Parece Loucura, mas há Método’ é original e criativa, mas Shakespeare segue não palatável para todos os públicos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
34 anos, doutora em Literaturas Africanas, pós-doutora em Filosofia Africana, pesquisadora, professora, multiartista, crítica teatral e literária, mãe e youtuber.
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Tem sido muito interessante acompanhar o desenvolvimento do teatro online neste período pandêmico. Visivelmente, as plataformas trouxeram outras possibilidades de experienciar a arte cênica ao mesmo tempo em que nos desafiam. Evolutivamente, as obras passaram de gravações sob o palco italiano a interativas apresentações ao vivo. E essa é uma das qualidades da peça “Parece Loucura, mas há Método”, da Armazém Companhia de Teatro, com direção de Paulo Moraes e atores convidados, como Vilma Melo, interpretando um emocionante Henrique V, e Luis Lobianco, com o bufão Falstaff, personagem de “As Alegres Comadres de Windsor”, ambos de Shakespeare.

O espetáculo online é um estudo da companhia surgido a partir da pandemia de Covid-19 e incorpora a interatividade da Internet conectando dez personagens shakespearianos com o público que decide o destino delas após uma batalha cênica. O próprio nome brinca com a desorganização das reuniões virtuais e aponta para o método cênico construído que explora o formato virtual e a plataforma Zoom.

Há ainda uma tênue discussão sobre a cultura de cancelamento que estamos vivendo, pois nós, o público, vamos cancelando cada personagem após as suas performances, até termos o grande vencedor. Acredito que cada apresentação seja, portanto, um reflexo da plateia formada, trazendo imprevisibilidade para a narrativa.

Ao todo, 10 atores fazem parte do espetáculo Foto: Reprodução/Zoom

A obra é criativa, porém, não ainda ao ponto de trazer o dramaturgo inglês de forma palatável para todos os públicos. Apesar de toda a interatividade, o texto é denso e difícil, exigente da nossa atenção total. Saí com a sensação de que meus votos de eliminação foram mais baseados na hermeticidade do discurso e na sua confluência e menos na performance dramática. A peça surpreende e inova no formato, mas não conseguiu quebrar as barreiras que mantém a obra de Shakespeare num lugar tão branco, clássico e distante.

“Parece Loucura, mas há Método” estará sendo transmitido ao vivo e gratuitamente pela plataforma Zoom até 14/02. A cortesia pode ser adquirida no site Sympla.

Dúvidas, críticas e sugestões, envie para aza.njeri@rioencena.com.

PUBLICIDADE

Leia Também

PUBLICIDADE
Assine nossa newsletter e receba todo o nosso conteúdo em seu e-mail.