Busca
Menu
Busca
PUBLICIDADE

‘Passaporte da vacina’: público precisará comprovar vacinação para frequentar teatros da cidade do Rio a partir de 15/09

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Tempo estimado de leitura: 2 minutos
O Teatro Casa Grande já comunicou que fará a exigência da “passaporte da vacina” aos frequentadores Foto: Divulgação

RIO – O chamado “passaporte da vacina” começaria a ser exigido nesta quarta-feira (01/09), para acesso do público a estabelecimentos de uso coletivo, mas acabou sendo adiado para o próximo dia 15. E entre estes lugares, estão incluídos os teatros. Ou seja, a partir da segunda quinzena deste mês, quem quiser assistir a um espetáculo presencialmente, em alguma sala da cidade do Rio de Janeiro, precisará comprovar na entrada a imunização contra a Covid-19 – a exigência da primeira e/ou da segunda dose (ou dose única) será feita, claro, mediante a data de vacinação estipulada para cada cidadão de acordo com o calendário da prefeitura.

Para comprovar a imunização, a pessoa poderá apresentar a caderneta que recebe no posto de vacinação logo após a primeira dose ou pelo celular, através do aplicativo Conecte SUS, do Governo Federal – neste caso, é possível exibir o certificado no próprio app ou em versão PDF baixada no próprio smartphone.

O Teatro Casa Grande, por exemplo, já comunicou nas redes sociais que irá cumprir o Decreto Municipal nº 49.335, anunciado pelo prefeito Eduardo Paes no último dia 27. A administração da sala localizada no Leblon comunica, inclusive, que caso o espectador não apresente o comprovante, não será possível realizar trocas ou reembolsos de ingressos previamente comprados.

Além do Casa Grande, outros 18 teatros já estão recebendo público presencial atualmente – e seguindo todos os protocolos de segurança, como exigência de máscaras e capacidade máxima de 40% da total. São eles: Teatro Glaucio Gill, Teatro Candido Mendes, CCBB, Teatro Miguel Falabella, Teatro Petra Gold, Teatro Vannucci, Teatro Prudential, Teatro Clara Nunes, Teatro das Artes, Teatro dos Grandes Atores, Teatro Riachuelo, Teatro João Caetano, Teatro Claro Rio, Imperator, Casa de Cultura Laura Alvim, Centro Cultural Sergio Porto, Centro Cultural Solar de Botafogo e Cidade das Artes.

EM CARTAZ: Confira a programação presencial do Rio de Janeiro

A medida restritiva decretada pela prefeitura foi adiada porque o Conecte SUS vem apresentando instabilidade persistente, impedindo que muitos usuários tenham acesso ao certificado de vacinação. Além disto, diversos estabelecimentos que constam entre aqueles que deverão fazer a exigência alegaram que não tiveram tempo hábil para se adaptar ao esquema.

Confira abaixo outros lugares de uso coletivo que exigirão o “passaporte da vacina”:

  • academias de ginástica, piscinas, centros de treinamento e de condicionamento físico e clubes sociais
  • vilas olímpicas, estádios e ginásios esportivos
  • cinemas, salas de concerto, salões de jogos, circos, recreação infantil e pistas de patinação
  • atividades de entretenimento, exceto quando expressamente vedadas
  • locais de visitação turísticas, museus, galerias e exposições de arte, aquário, parques de diversões, parques temáticos, parques aquáticos, apresentações e drive-in
  • conferências, convenções e feiras comerciais

VÍDEOS: Inscreva-se no nosso canal no YouTube e fique por dentro do nosso conteúdo de vídeo

PUBLICIDADE

Leia Também

PUBLICIDADE
Assine nossa newsletter e receba todo o nosso conteúdo em seu e-mail.