Renomado bailarino Thiago Soares leva espetáculo autobiográfico para sessão presencial única no Teatro Riachuelo

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Thiago e a bailarina Ana Letícia Godoy Foto: Gabriel Margato/Divulgação

O renomado bailarino Thiago Soares sobe ao palco do Teatro Riachuelo Rio, na Cinelândia, nesta quarta-feira (09) para uma sessão única do espetáculo “Trans Point – Art of fusion”, o primeiro desde que decidiu seguir uma carreira independente. Com mais de 20 anos de profissão – sendo 18 no prestigioso Royal Ballet de Londres – o dançarino se apresenta, às 21h, com o novo trabalho que promete remeter o público às origens do próprio artista, antes de ter início toda a sua trajetória profissional.

— É uma análise pessoal e traz todo o acervo de movimento que eu já tive o prazer de dançar até hoje. Elementos de capoeira, do street dance, da dança urbana, do balé clássico e de todos os códigos que eu já acessei — explica Thiago, que também assina a direção geral e as coreografias.

“Trans Point” é composto por sete atos, sendo alguns mais curtos, de três a sete minutos de duração, e outros mais longos, o que dá um total de uma hora e vinte. Tal opção de formato já caracteriza uma originalidade por parte de Thiago na concepção de um balé – que costuma ter, no máximo, três ou quatro atos.

— Entendi que era o momento de assumir todas as etapas da minha história. Pensar no projeto que quero realizar, conceber a proposta artística, criar as coreografias, fazer as minhas escolhas. Como bailarino eu não tinha esse poder de decisão — destaca.

O bailarino tem mais de 20 anos de carreira, sendo 18 em Londres Foto Angela_Zaremba/Divulgação

O momento para seguir o novo rumo na carreira, porém, não poderia ser mais desafiador. Em março, quando foi oficializada a pandemia no Brasil, o bailarino fundou o Studio TS + Dança, seu centro de dança, e também o projeto Talentos. A partir daí, começou a desenvolver o espetáculo, que, claro, carrega muito desta atualidade pandêmica, já que muitos ensaios foram feitos por vídeos e até mesmo presencialmente, mas com uma série de restrições, como, por exemplo, a impossibilidade do toque entre o elenco.

— Hoje em dia, evitamos nos tocar e estamos de máscara. Temos, a todo tempo, o tabu do distanciamento social, mas, dentro de nós, tudo que a gente mais quer é abraçar alguém, beijar, fazer parte de um coletivo, seja uma festa, uma igreja, todas essas coisas que não podemos mais. ‘Trans point’ é também sobre essa restrição emocional que, de alguma forma, estamos tendo que aprender a lidar — encerra.

SERVIÇO

Local: Teatro Riachuelo Rio
Endereço: Rua do Passeio, 38 – Centro.
Telefone: (21) 3554-2934
Sessão: Quarta (09) às 21h
Elenco: Thiago Soares, Geilson Santos (tenor) e grande elenco
Direção: Thiago Soares
Coreografias: Thiago Soares
Classificação: Livre
Entrada: plateia vip – R$ 150; plateia – R$ 120; balcão nobre – R$ 90; balcão – R$ 50
Bilheteria: Plataforma virtual Sympla | totem que se encontra no teatro
Gênero: Balé
Duração: 80 minutos
Capacidade:Não informada

 

PUBLICIDADE
Scroll Up