Inspirado em fatos reais vividos pelo próprio elenco, drama aborda questões como raça e classe em sessões online

Rio Encena

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Catia Costa como a personagem que dá título ao espetáculo Foto: Pedro Ivo/Divulgação

No drama social e familiar “MamÁfrika”, Cátia Costa, Paulo Guidelly e Marcelo Magano vão muito além de simplesmente interpretar seus personagens. Em cena no espetáculo – que estreia na sexta-feira (04), no canal Sesc Rio no YouTube – os atores apresentam situações verídicas ligadas a questões como raça e classe e que eles próprios já vivenciaram. O texto, costurado por narrativas ancestrais, cotidianas e simbólicas, é assinado pelo trio Gabo Barros, Marcelo Magano e Saulo Adão.

A partir desta inspiração em pessoas reais, “MamÁfrika”, que tem direção do próprio Gabo Barros, traz personagens que transitam por um cenário diaspórico e periférico, ambientado no Rio de Janeiro, onde convivem com o luto, a violência, a luta pela sobrevivência e demais mazelas pertinentes à comunidade negra. Além disto, como define a produção, o matriarcado é destacado em cena como uma “dinâmica familiar predominante neste contexto”.

E tal dinâmica é retratada na peça a partir da figura de uma mãe que vive com seus dois filhos e sonha com dias melhores. Para isto, ela investe na educação do caçula, mas logo vê os planos ruírem, quando o jovem não consegue se inserir no mercado de trabalho e decide voltar para a casa da família.

PUBLICIDADE
Scroll Up