Busca
Menu
Busca
PUBLICIDADE

No Dia de Luiz Gama, espetáculo sobre o abolicionista negro faz apresentação gratuita na escadaria do Palácio Tiradentes

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Tempo estimado de leitura: 2 minutos
Déo Garcez e Soraia Arnoni dividem a cena no espetáculo que homenageia o maior abolicionista do Brasil Foto: Divulgação

RIO – O espetáculo “Luiz Gama – Uma Voz pela Liberdade”, que tem cumprido seguidas temporadas pelo Rio de Janeiro, está de volta para uma ocasião mais do que especial. Nessa terça-feira (24), quando é comemorado o Dia de Luiz Gama (data que faz parte do calendário oficial da cidade desde 2019), a peça encenada por Déo Garcez e Soraia Arnoni faz uma apresentação gratuita na escadaria externa do Palácio Tiradentes, no Centro, antiga sede da Câmara dos Deputados (entre 1926 e 1960) e da Alerj (Assembleia Legislativa do Estados do Rio de Janeiro), que se mudou para outro prédio recentemente.

Marcada para as 18h, a sessão – que ocorre a convite da deputada estadual Renata Sousa (PSOL) e do Departamento Cultural da Alerj – faz parte das homenagens pelos 139 anos de falecimento do ex-escravo, Patrono da Abolição e Herói da Pátria. O evento também é um tributo aos advogados, uma vez que agosto é o mês da advocacia.

Com direção de Ricardo Torres e texto do próprio Déo, o espetáculo, uma biografia dramatizada, traz à tona a história de um personagem importante na história do país, mas que tem seu nome pouquíssimo lembrado nos livros didáticos. Ainda criança o baiano de Salvador foi oferecido a escravagistas pelo próprio pai (que era branco) antes de se tornar jornalista, poeta e advogado autodidata, o que o ajudou a libertar centenas de escravos.

De acordo com historiadores, Luiz Gama foi responsável direto pela libertação de mais de 500 pessoas escravizadas e mantidas em cativeiro ilegal. Por isto, é tido como o maior abolicionista do Brasil. Além disto, ele, que permaneceu analfabeto até os 17 anos, é considerado a primeira voz negra da literatura brasileira.

No Petra Gold

Além da apresentação na escadaria do Palácio Tiradentes, a peça já tem outro compromisso. Na próxima terça (31/08), Deo e Soraia voltam ao Teatro Petra Gold, no Leblon, onde fizeram algumas temporadas recentemente, para uma sessão única. Com público presencial e transmissão simultânea ao vivo pela Internet, a apresentação começa às 19h, com ingressos a R$ 20 (online), R$ 50 (presencial inteira) ou R$ 25 (meia). A venda é pela plataforma Sympla.


OPINIÃO: Leia a crítica da Luciana Kezen sobre “Luiz Gama – Uma Voz pela Liberdade”

PUBLICIDADE

Leia Também

PUBLICIDADE
Assine nossa newsletter e receba todo o nosso conteúdo em seu e-mail.