Busca
Menu
Busca
PUBLICIDADE

Teatro Prudential: com palco reversível, sala projetada por Niemeyer reabre plateia interna e forma ‘teatro de arena’ com área externa

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Tempo estimado de leitura: 2 minutos
Nos fundos do palco retrátil, fica a área externa, de onde o público pode assistir à atração que está sendo apresentada; do outro lado, está a plateia interna Fotos: Divulgação

RIO – Quando a prefeitura deu o aval para que os teatros do Rio de Janeiro pudessem receber público novamente no segundo semestre de 2020 – desde que respeitados os protocolos de segurança contra a Covid-19 – o Teatro Prudential inovou ao improvisar uma plateia numa área externa, já que o risco de contaminação é reduzido em espaços ao ar livre. Agora, a sala volta a fazer diferente ao reabrir a plateia interna (fechada desde o início da pandemia) e promover uma espécie de teatro de arena, formato em que o espectador pode assistir à peça de um ângulo diferente e não necessariamente de frente, como ocorre no tradicional palco italiano.

E ambas as manobras – tanto a plateia nos fundos, quanto o teatro de arena improvisado – só foram possíveis graças ao arquiteto Oscar Niemeyer (1907-2012), que, na década de 1960, projetou o então Teatro Manchete (primeiro nome da sala) com um palco reversível, recurso que só o Prudential possui no Rio. Com um fundo retrátil, o espaço permite ao artista se virar para as poltronas da frente ou para o jardim da área externa assinado pelo paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994).

Para estrear o novo formato – que pode acomodar um total de 221 espectadores – o Prudential firmou uma parceria com o Blue Note Rio, espaço musical em Ipanema dedicado ao Jazz e à Bossa Nova, para a realização de três shows. O primeiro acontece já nessa quinta-feira (16), com um duo entre o saxofonista Rodrigo Sha e o cantor e violonista Maurício Pessoa, que homenageiam o álbum “Getz/Gilberto”, lançado em 1964 pelo violonista brasileiro João Gilberto (1931-2019) e pelo saxofonista estadunidense Stan Getz (1927-1991).

A plateia interna vai ser aberta pela primeira vez nesta semana após um ano e meio fechada por conta da pandemia de Covid-19

— Vai ser uma delícia voltar aos palcos, num teatro especial com todo o profissionalismo, e melhor que isso, revisitando a Bossa Nova e valorizando nossa cultura e astral que conquistou o mundo com toda sua leveza, alegria e sofisticação — comemora o saxofonista Rodrigo Sha.

O RIO ENCENA entrou em contato com o Teatro Prudential a fim de saber se o novo formato será usado também para espetáculos teatrais ou se ficará limitado a shows. Em retorno, a assessoria de imprensa afirmou que a única programação confirmada até o momento é a de shows.

SERVIÇO

Teatro Prudential
Endereço:
Rua do Russel, 804 – Glória.
Show: Getz & Gilberto por Rodrigo Sha & Mauricio Pessoa
Datas: Quinta (16) e sexta (17) às 20h (Presencial no dia 16 e Fígital no dia 17, com transmissão ao vivo pelo canal do Teatro Prudential no YouTube)
Classificação: Livre
Duração: 1h15m
Valores: Plateia externa – R$ 120 (inteira); plateia interna R$ 80,00 (inteira)
Vendas: Pela plataforma Sympla ou pela bilheteria do teatro – Horário de Funcionamento: Terça a sábado: 12h às 20h | Domingos e feriados: 12h às 19h
Lotação Presencial: 221 lugares (Plateia Externa em mesas – 116 lugares; plateia interna em poltronas – 105 lugares)
Obs.: Live gratuita com aplicação de QRcode para doações solidárias que serão revertidas para associações de artistas


EM CARTAZ: Confira a programação teatral do Rio de Janeiro

PUBLICIDADE

Leia Também

PUBLICIDADE
Assine nossa newsletter e receba todo o nosso conteúdo em seu e-mail.