Com casos de Covid em alta no Rio, pouquíssimos teatros abrem neste fim de semana; veja lista de peças em cartaz presencialmente

Luiz Maurício Monteiro

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

O infantil “Era uma vez…” (E), o solo “A Alma Imoral” e o stand-up comedy de Nil Agra Fotos: Divulgação

A prefeitura liberou os teatros do Rio de Janeiro para receberem público novamente em setembro – mediante, claro, respeito às chamadas regras de ouro, como máscara, álcool e distanciamento. Desde então, porém, passados cerca de dois meses, o processo de retomada do circuito teatral da cidade não chegou a engrenar, com apenas algumas poucas salas se adaptando ao momento de pandemia e abrindo as portas para artistas e espectadores. E neste fim de semana, o baixíssimo número de peças em cartaz presencialmente só comprova este panorama.

A movimentação tímida nestes equipamentos, talvez, pode até ser um reflexo do atual estágio da Covid no estado. Com 23.630 óbitos e 384.942 casos confirmados pelo Governo até esta sexta (11), o Rio viu o número de novos infectados passar dos 3 mil durante quatro dias consecutivos nesta semana. Os leitos de UTI, tanto na rede pública, como na particular, chegam a quase 100% de ocupação atualmente – isto, sem falar na fila de espera. O estado é aquele com a maior taxa de mortes pela doença no país, com 135,5 vítimas fatais a cada 100 mil habitantes.

No entanto, mesmo com a curva em alta, há quem prefira se cercar de cuidados e partir para o teatro, trocando a plateia virtual pela real. Sendo assim, o RIO ENCENA procurou fazer um apanhado de peças que estarão em cartaz nos principais espaços culturais da capital fluminense neste sábado e domingo, mas a verdade é que o leque de opções acabou ficando minguado (para ver o serviço de cada espetáculo, basta clicar no título).

Ao todo, estarão sendo apresentadas sete produções – a maioria, monólogos, por causa do distanciamento – distribuídas em apenas seis teatros abertos. Entre eles, o precursor deste movimento de reabertura, o Teatro Petra Gold (antigo Leblon), que reiniciou sua programação no início de outubro. O espetáculo que marcou esta retomada, inclusive, segue por lá: trata-se do solo “A Alma Imoral”, com Clarice Niskier, que segue por lá até 19/12.

Já no Teatro Fashion Mall, em São Conrado, a pedida é o show de stand-up comedy “Se Pah, dá um Show”, com o humorista Nil Agra, que faz apresentação única neste sábado . Ainda na linha de solo de humor, mas no Miguel Falabella, no Norte Shopping, Giovana Fagundes sobe ao palco no domingo com o seu “A Vida é Muito Boa, né Gente?”.

Além destas três opções para adultos, há ainda quatro voltadas para a criançada – algumas aproveitando a proximidade do Natal. Também no Miguel Falabella, “O Natal de Sol e Lua” fica em cartaz até o dia 20. Já no Teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea, o clima natalino ganha ares de show de rock n’ roll com o show do grupo Violúdico “Cantata Rock de Natal”, que faz apenas duas apresentações.

Ainda no Shopping da Gávea, mas no Teatro Vannucci, “Nemo – O Musical” leva para o palco uma adaptação da animação que fez sucesso nos cinemas – a temporada vai até o dia 29. E por fim, em Campo Grande, o Teatro Arthur Azevedo – que pertence à rede estadual e é o único de responsabilidade público aberto atualmente – recebe duas apresentações de “Era uma vez…”.

PUBLICIDADE
Scroll Up