‘Um investimento que pequenos teatros não têm… Em um mês, estou no quarto exame’, diz Alexandre Lino, citando retorno em emissora de TV

Luiz Maurício Monteiro

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

Os teatros no Rio de Janeiro só reabrem nessa segunda -feira (14) – conforme anunciou a prefeitura na sexta (11) – , mas as gravações de novelas em emissoras de TV, que não necessitam da presença de espectadores, já estão a todo vapor. E uma testemunha ocular desta volta às atividades em estúdios televisivos é Alexandre Lino, ator que, por sinal, também é muito atuante nos palcos cariocas. Com a experiência de quem tem acompanhado toda a estrutura da Record TV, onde é contratado e grava a novela “Amor sem Igual”, ele reconhece que o reinício nas salas teatrais mais acanhadas será mais complexo.

— Um ambiente extremamente preparado, extremamente profissional neste sentido. Nós temos médicos e ambulâncias de plantão em cada estúdio de gravação, pessoas com roupas específicas para estarem dentro do estúdio, nós atores com camarins individuais… Houve ali um investimento, inclusive, que eu até faço uma comparação, neste sentido, com os pequenos teatros, nós não temos condições de tamanho investimento. Por exemplo, estou há um mês gravando e estou no quarto exame para detectar o vírus — pondera Lino, em entrevista para o quadro “Enquanto Isso, na Quarentena”, da RIO ENCENA TV – inscreva-se aqui.

Em contrapartida, Lino acredita que, embora a pandemia de Covid-19 ainda esteja aí, os teatros com mais recursos têm, sim, condições de serem reabertos – casos do Prudential e do Riachuelo Rio, que a gestora Aniella Jordan já afirmou que retornarão tão logo a prefeitura libere.

— Cada teatro que vá reabrindo será um presente para nós e para o público. Eu faço votos – torce o ator, que no vídeo abaixo falou também sobre suas atividades online durante a quarentena.

PUBLICIDADE
Scroll Up